Casa da Gente beneficia mais 60 famílias do Movimento dos Sem-Teto

280713MD03copynAs unidades habitacionais da Vila Esperança contemplam 60 famílias cadastradas no programa estadual Casa da Gente. A inauguração do conjunto localizado no bairro de Pernambués, em Salvador, ocorreu na manhã desse domingo (28) e marcou também a comemoração pelos 10 anos do Movimento dos Sem-Teto de Salvador (MSTS). O evento contou com presença de moradores e do governador Jaques Wagner.

Com investimentos de R$ 2,6 milhões do Governo do Estado, o empreendimento é composto por dois prédios com 30 apartamentos cada, sendo quatro adaptados para pessoas com necessidades especiais, incluindo rampas de acesso. As unidades possuem dois quartos, sala e cozinha, além de banheiro e área de serviço, que já foram entregues com piso.

A maioria dos moradores beneficiados são integrantes do MSTS que fizeram parte de ocupações como a do antigo Clube Português e antiga fábrica da Alfred. É o caso de Maria Luiza Dantas. Aos 71 anos, a aposentada pôde realizar o sonho de ter onde morar. “É importante ter uma casa própria e poder deixar para meus filhos”.

“A cada dia diminuímos a carência e o déficit habitacional em Salvador e na Bahia. Dentro do Minha Casa, Minha Vida e do Casa da Gente já ultrapassamos 100 mil unidades e temos mais no Minha Casa, Minha Vida 2”, afirmou Wagner.

Uma das primeiras famílias a se mudar para a Vila Perseverança foi a de Patrícia Loren. Sem precisar pagar aluguel, a auxiliar administrativa acredita que pode planejar melhor o futuro das quatro filhas. “Vai melhorar a renda para pagar um curso e estudar”.

Lançado em 2008, o Casa da Gente integra a Política Estadual de Habitação de Interesse Social para atender, prioritariamente, famílias de baixa renda, com ganhos mensais de até três salários mínimos. Em todo o estado, o número de habitações entregues em parceria com o programa federal Minha Casa, Minha Vida nos últimos seis anos chega a 120 mil unidades.

Fonte: Secom

 

 


Compartilhe